Sobre Mim Entrevistas Artigos Produções Lifestyle

16 de junho de 2018

Torre de Gomariz Wine & Spa Hotel


O Torre de Gomariz Wine and Spa Hotel assume-se com a escolha perfeita para uma escapadinha de fim-de-semana! Localizado em Cervães, Vila Verde, em pleno coração do Minho, é o local ideal para relaxar, mesmo quando o sol teima em se esconder. Envolvido por uma paisagem verdejante, definida pela vinha e por uma  mata de cinco hectares com inúmeras árvores seculares, transporta-nos para uma paz absoluta, em que definitivamente se respira outro ar!


O hotel integra um dos mais emblemáticos edifícios históricos de Vila Verde, a Torre onde se enquadram 2 suites distintas e a Casa de Gomariz. A conjugação com os demais edifícios numa linha actual confere-lhe um equilíbrio entre modernidade, história, design e natureza.






A Torre atribui-lhe um registo de conto de fadas ;)



Apesar de termos chegado com chuva as flores recordam-nos que estamos na minha estação preferida, a Primavera.





Ficamos hospedados num quarto de tipologia Double Vitis Room, em frente à piscina. Esta ala possui 10 suites (Camelia suites) e 12 quartos, com um design interior com um ambiente cosy e sofisticado.  Nesta zona encontram-se ainda o Camellia Spa e o Wine Bar. A arquitectura é da autoria de Paulo Braga e Cristina Amaral. O premiado Atelier Nini Andrade e Silva foi responsável pelo design de interiores do hotel.






Detalhes que fazem a diferença






Para jantar optámos pelo restaurante Gomariz, situado num solar medieval repartido por duas salas modernas e uma ampla esplanada com vista para as vinhas.






A brindar com Torre de Gomariz rosé 


O restaurante Gomariz alia cozinha regional à gastronomia contemporânea. Para começar Salmão fumado artesanal servido em pão rústico com ovo escalfado e molho de mostarda e Mini alheira com grelos e gema de ovo. Como prato principal escolhi um Risotto de gambas e espargos e o André umas Costeletas de borrego com crosta de tomilho, migas de enchidos, espargos verdes e crocante de banana...Não sou nada fã de borrego mas provei e achei delicioso. Para finalizar, e porque queríamos ficar com uma ideia da carta, uma Tartelete de limão Curd merengada e um Foundant de chocolate e caramelo com gelado de mirtillo e vodka preta, uma verdadeira tentação!


Acordar com esta vista ;)






Assim é fácil ser feliz e estava a precisar tanto destes momentos, ainda que o tempo nos tenha impedido de dar um mergulho na piscina ;)


O Camelli Spa, para além dos tratamentos de assinatura, tem um circuito que inclui  piscina interior,  banho turco, sauna e jacuzzi acessível a todos os hospedes.


Detalhes do interior da Torre.


Breakfast @ Torre de Gomariz




Uma visita ao Torre de Gomariz não fica completa sem uma subida à torre medieval edificada em pleno séc. XII. Dizem que esta é a melhor forma de descobrir o verdadeiro sentido de "ver Braga por um canudo" e vale bem a pena subir os 74 degraus, afinal nem são assim tantos!






As vinhas são outro dos ex-libris deste espaço e, claro, impõe-se uma visita ao Wine Bar para provar os vinhos Torre de Gomariz, que se dividem em verdes brancos e rosé.



Até à próxima Torre de Gomariz!

13 de junho de 2018

Testemunho


Este é provavelmente o post mais pessoal que já publiquei por aqui mas dado o que vivenciei nos últimos meses considero ter esse dever!

Quando regressei da lua-de-mel em Outubro percebi que algo não estava bem comigo. Tinha sido operada em 2014, mas na altura não conhecia o diagnóstico. Fui surpreendida quando o urologista me disse, após o resultado da biopsia às massas que tinham sido retiradas, sabe que tem endometriose? Ao que respondi negativamente, ele referiu-me que também desconhecia a doença.

A partir desta data fui sempre sendo acompanhada por este médico e fazendo exames de despiste com bastante regularidade (6 em 6 meses) para perceber se surgiam novos focos. Voltaram a surgir suspeitas, tendo inclusive feito uma ressonância magnética, mas no relatório concluíram ser a cicatriz da intervenção, mas não era!

Para além das dores menstruais, as hemorragias eram cada vez mais abundantes, até que ao falar com o Professor Dr. Jorge Lima (meu ginecologista desde 2016), e mesmo sem ter feito os exames, percebemos que algo se estava a passar. Desta vez fui logo bem encaminhada pelo Professor, tendo feito exames com uma médica especializada na área, que me disse não restarem dúvidas que tinha uma grande massa na zona da bexiga, onde havia sido operada, e outra junto ao intestino. Na altura também me disse que a endometriose de “benigna” só tem o nome, porque ao alastrar para os órgãos pode por o funcionamento dos mesmo em causa, podendo, no limite, conduzir à sua remoção cirúrgica total ou parcial. Tendo perdido os meus pais e outros familiares próximos com cancro esta foi uma notícia que me deixou bastante abalada.

O Professor Dr. Jorge Lima, após o diagnóstico comprovado, encaminhou-me para a Dra. Filipa Osório do Hospital da Luz, por ser uma das maiores especialistas nesta área. Felizmente encontrei não só uma excelente médica como um ser humano excepcional que me esclareceu todas as minhas dúvidas, bem como me deu alento para enfrentar todo o processo da operação e pós-operatório que se seguia!

Pensei muito se devia ou não escrever este artigo…. Quem me segue sabe que não falo por norma da minha vida privada, mas quando observei que a maioria das mulheres com quem falava desconhecia por completo esta doença ou também padecia da mesma, percebi que tinha a obrigação de partilhar e informar, pois ser blogger ou influencer tem que ser mais do que só escrever sobre moda e lifestyle. Sei que muitos médicos desvalorizam os sintomas, o que pode levar a um diagnóstico tardio, sendo que as mulheres muitas vezes confundem os mesmos com os inerentes à menstruação. Por esse motivo, e logo após a operação, falei com a Dra. Filipa Osório e pedi-lhe que me prestasse alguns esclarecimentos, pois pouco mais posso fazer que contar a minha experiência. Em breve partilharei, num próximo artigo, a entrevista que realizámos e espero com isto poder vir a ajudar e esclarecer outras mulheres.


Obrigada Dra. Filipa Osório por me devolver o sorriso!


10 de junho de 2018

Trend Alert | Belt Bag


As Belted Bags regressam directamente dos anos 80...Esta era uma daquelas peças que achei que não voltaria a usar, mas nunca devemos dizer nunca. Já tenho uma no closet pronta a estrear;) E vocês vão aderir a esta tendência?