Sobre Mim Entrevistas Artigos Produções Lifestyle

14 de dezembro de 2015

Sónia e João Canteiro de Sousa | Na Primeira Pessoa


Conheci a Sónia e o João Canteiro de Sousa na "A Festa das Mesas" para a qual fui uma das convidadas e onde surgiu a ideia de realizar esta entrevista. Desafiei a Sónia e o João para criar uma mesa de Natal e acabámos por decidir convidar algumas mulheres que se destacam em diversas áreas para lanchar connosco.


Como surgiu o projecto do Atelier Critério Arquitectos?

A Critério surgiu como um prolongamento de nós mesmos e do trabalho que tínhamos em mão na altura, em 2003.

Chegámos a um ponto de volume de trabalho em que era necessário atribuir uma marca, uma imagem ao nosso trabalho, de forma a garantir-lhe um vínculo pessoal connosco. Tal qual como quando uma criança que nasce, é-lhe colocada um nome, e toda a sua identidade se vai formando.



Sónia e João, formaram-se ambos em Arquitectura pela Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias de Lisboa, foi ai que se conheceram? Foi o gosto pela arquitetura e decoração que vos uniu?

Sim, somos ambos arquitectos e foi durante o curso que nos conhecemos. Acho que podemos dizer que foi a Arquitectura que nos uniu, pelo menos serviu como ponto de encontro.


Como conseguem conciliar o trabalho com a vossa relação? Quando chegam a casa conseguem desligar da parte profissional?

O trabalho e os clientes entram diariamente pela nossa porta, é quase como se vivessem connosco. É impossível dissociar o trabalho e a rotina do dia-a-dia. Falamos do trabalho naturalmente, como se fosse mais um elemento da vida diária de um casal, sem qualquer esforço para nenhuma das partes.

Tentamos por vezes pôr um travão, deixá-lo "á porta", especialmente quando estamos com a nossa filha, que sendo pequena, exige muita dedicação e quer a atenção total dos pais.


Sendo arquitetos e decoradores qual a área em que se sentem mais à vontade? Têm alguma preferência?

Nesse ponto temos a nossa posição e distribuição de tarefas muito bem delineadas e afirmadas. Cada um tem a sua área de intervenção e um não faz o trabalho do outro, complementamo-nos.

A Sónia sempre exerceu a dita "arquitectura", com rigor, precisão, a parte técnica, a que executa e põe em prática as ideias do João. Não faz decoração, nem nunca se atreveu a tal.

O João pelo contrário é a parte criativa, o homem das mil ideias, da inspiração, da festa, de transformar e fazer ambientes, e por isso só faz Decoração.

É engraçado de ver, como existe nas pessoas uma ideia predefinida de funções femininas/masculinas, e se dirigem frequentemente à Sónia a falar de decoração, por ser mulher, e ao João para falar de construção, obra, quando connosco acontece precisamente ao contrário.


Um projecto que gostassem de desenvolver e ainda não tenham tido oportunidade?

Definitivamente o projecto integral de arquitectura e decoração da nossa casa!

Neste momento vivemos num apartamento decorado por nós, pelo João claro, mas ambicionamos um dia pudermos ser os clientes de nós próprios e executarmos um projecto à nossa medida. Sabemos que um dia se proporcionará a isso, e achamos que não está muito longe...


Quais as vossas principais fontes de inspiração?

O mundo. O que nos rodeia. Tudo pode servir de inspiração para um artista e uma mente criativa, só é preciso um ponto de partida que pode estar presente em qualquer lado, nos sítios menos esperados, por isso há que ter sempre um bloco e caneta à mão ou o telemóvel para fotografar.

Nos dias de hoje as fontes de inspiração estão bem mais acessíveis e perto de nós, chegam-nos através da internet, de viagens, de livros, revistas, etc.


Qual foi a vosso mote para esta mesa de Natal?

Um tradicional chá inglês, servido como se estivéssemos numa sala de jantar de família. Quisemos criar um ambiente acolhedor, cheio de conforto e requinte. Para isso usamos um serviço de porcelana antiga, muito delicado, pratas, velas em castiçais de cristal e flores natalícias naturais. As cores eleitas foram o verde com apontamentos de encarnado, cores que se enquadram nesta quadra.



Como vivem esta quadra?

Vivemos esta quadra com um misto de sentimentos.

Por um lado, de há 4 anos para cá, com o nascimento da nossa filha, obrigatoriamente que a vivemos com alegria renovada, magia, com generosidade, com o frenesim típico desta época. Gostaríamos, como quaisquer pais, que ela tivesse as melhores memórias de infância desta altura do ano tão especial.

Por outro lado, é inevitável não nos lembrarmos de quem não está presente. Sentimo-nos mais sós, mais carentes e vazios. Sentimos mais a falta de quem nos faz falta e de quem gostaríamos que estivessem a partilhar o nosso Natal.


Projectos para 2016

A nível profissional temos alguns projetos ambiciosos a sair, que certamente se irão concretizar em 2016.

A nível pessoal e familiar, pedimos mais do mesmo. Estabilidade, segurança e conforto. Se for igual a 2015, já será bom, mas auspiciamos que 2016 seja ainda melhor!


Agradecimentos

LA Café




Martins Alves - (arranjos florais e árvores de Natal)


Pollux (serviço de chá, toalha, almofadas, pratos de bolo)






Look

Dress and coat Lanidor | Ring Tous | Watch Marc by Marc Jacobs

Make-Up by Ana Bimbarra for Benefit Boutique | Hair by Tita Martins for Anton Beill Hairdressing

Créditos Fotográficos Catarina Fernandes Photography

Fotos da mesa e espaço Paulo Lima

Sem comentários:

Publicar um comentário