Sobre Mim Entrevistas Artigos Produções Lifestyle

24 de março de 2010

A reforma está feita


Barack Obama assinou o documento da reforma da saúde a 23 de Março de 2010. Esta data ficará para sempre marcada como o dia em que o presidente dos Estados Unidos oficializou as medidas que introduzem mudanças radicais no sector da saúde, após um discurso no qual fez referência à luta da mãe com as seguradoras quando lhe foi diagnosticado um cancro. 

“Hoje é o início de uma nova era na América”, afirmou o presidente, “Hoje conseguimos levar a cabo aquilo pelo qual lutaram gerações de americanos.

Obama avisou que muitas das mudanças serão apenas implementadas ao longo de quatro anos. “Será assim porque queremos fazê-lo de forma responsável”, afirmou. Mas disse também que haverá alterações com efeitos imediatos. “A partir deste ano, as seguradoras não vão poder abandonar as pessoas quando estas ficam doentes”.

O presidente dos EUA afirmou estar a assinar a reforma pela mãe “que lutou com as seguradoras quando lhe foi diagnosticado cancro” e por vários outros elementos da sua equipa que sofreram problemas de saúde, numa referência a vários exemplos do que considera serem injustiças no sector. “Nós não somos uma nação que faz o que é fácil, fazemos o que é difícil e assumimos as nossas responsabilidades”, frisou, garantindo que esta reforma é fiscalmente responsável. 

Obama conseguiu o que, provavelmente, será a marca do seu mandato. Algo que catalisou a vontade do partido nas últimas quatro décadas: uma legislação que alarga a cobertura do sistema de saúde a cerca de 30 milhões de americanos que estavam excluídos. Sem dúvida uma vitoria histórica num pais onde imperam as dicotomias sociais!

Sem comentários:

Publicar um comentário