Sobre Mim Entrevistas Artigos Produções Lifestyle

28 de maio de 2020

Florença | 2020


A primeira, e única viagem do ano até agora, foi em Janeiro à magnífica cidade de Florença! Já há muito que estava na wish list e revelou-se o local perfeito para umas mini-férias a dois, onde a moda e a arte andam de mãos dadas num cenário idílico e com uma luz única. Partilhei por aqui algumas imagens desta escapadinha de sonho mas com a chegada da pandemia tudo se alterou e, só agora que Itália começa a reabrir fronteiras, acho que faz sentido deixar o roteiro completo de um dos destinos que mais me marcaram.



Chegamos bem cedo, e depois de fazermos check-in no Grand Hotel Minerva, partimos à conquista de Florença. Primeira paragem, o complexo do Duomo (Catedral de Santa Maria del Fiore) que se encontra localizado na praça com o mesmo nome e inclui a enorme Cúpula de Brunelleschi e o altíssimo Campanário de Giotto que, com o antigo Batistério, formam a silhueta da cidade. Uma das maiores obras-primas góticas e do início do Renascimento italiano. Percebe-se porquê, ao avistar  não deixei de exclamar um "Uau"! Acreditem que é uma imagem muito emblemática.


Ir até à cúpula implica subir mais de 414 degraus, muitos deles irregulares, para quem sofre de claustrofobia não será uma boa opção. No entanto, vale a pena para ver de perto os detalhes da pintura do interior que contém frescos de Vasari e Zuccari.


A vista panorâmica sobre a cidade de Florença.


Depois de subirmos mais 400 degraus, desta vez mais regulares e com algumas paragens para respirar, chegámos ao Campanile, de onde se pode avistar na perfeição a cúpula do Duomo, em que nos encontrávamos na foto anterior. 


Apesar da luz perfeita de fim de tarde, o gradeamento retira alguma da beleza.


Vista sobre o Batistério


Uma das magníficas portas do Batistério, que são na realidade replicas. As originais encontram-se no Museo dell'Opera del Duomo, que também visitámos.


A belíssima cúpula em mosaico do Batistério, que inclui episódios da vida de Cristo, de São José, da Virgem e de João Baptista, tendo a  figura de Cristo ao centro, ladeado por cenas do Juízo Final.


Passear à noite por Florença é igualmente uma experiência única. Tivemos a sorte de ainda apanhar a iluminação de Natal, o que lhe confere um encanto ainda mais especial! Na primeira noite fomos jantar ao restaurante 4 Leoni que me tinha sido recomendado por várias pessoas. No entanto, a experiência ficou muito aquém das expectativas.


A Piazza del Duomo continua a ser encantadora durante a noite!



A magnífica vista da nossa suite no Grand Hotel Minerva, que se assume como o melhor Boutique Hotel de Florença. Tem uma localização bastante central mas longe da confusão.


A lindíssima sala do pequeno-almoço com um jardim interior.


O terraço com piscina onde quero voltar num dia no Verão ;)



Um tour pelas lojas é obrigatório para quem gosta de moda, e, claro, uma visita à Tiffany & Co ;)


Na primeira loja da Gucci, marca que nasceu nesta cidade, a experimentar a  divertida colecção do Mickey.



Neste dia, depois do passeio pelas lojas, visitámos o Museu Gucci e almoçámos na Osteria de Massimo Botura, cuja experiência recomendo e já tinha partilhado aqui!


Este espaço da Gucci fica na Piazza della Signoria, um verdadeiro museu a céu aberto e onde se encontra uma replica da estátua de David de Miguel Ângelo. O original está na Galleria dell'accademia e recomendo uma visita, pois vale a pena ver.




Neste dia fomos ainda visitar a Basílica de Santa Croce, onde se encontram vários túmulos, entre eles o de Michelangelo, Galileo Galilei e o cenotáfio de Dante.



Seguimos depois para o Museu Ferragamo para ver a exposição "Sustainable Thinking" incrível a forma como esta marca cria peças de roupa através dos mais diversos materiais reciclados, como é o caso de cascas de coco, café, plásticos, entre outros.


Neste dia lanchámos tapas no Mercato Centrale de Florença, cuja visita recomendo.


Adoro comida Italiana e portanto a pasta tem de fazer parte do roteiro gastronómico! Jantámos na  Trattoria Za Za, junto ao Mercado, e gostámos tanto que voltámos para almoçar no último dia. No entanto, dessa vez pedimos pizza e rissotto e não ficámos tão satisfeitos.


Adorei os detalhes da decoração e tem uma óptima relação qualidade/preço.



A visita à Galeria Uffizi é absolutamente obrigatória, sendo um dos melhores museus de arte do mundo. A sua colecção de obras-primas do Renascimento é inigualável e com uma localização ímpar, junto ao rio e à belíssima Ponte Vechio. Exibe inúmeras obras de arte encomendadas pela família Médici, elite da cidade durante grande parte do Renascimento. Convém ir com tempo pois possui mais de 50 salas.


A Vénus de Urbino de Ticciano



Os Duques de Urbino de Piero della Francesca


Junto a duas obras emblemáticas de Botticeli, "A Primavera" à esquerda e "O Nascimento de Vénus" à direita.



Os amplos corredores a os magníficos tectos fazem desta Galeria um lugar ainda mais especial.


Já saímos tarde da Galeria e vimos várias pessoas a comer umas sandes com um aspecto delicioso junto ao rio. Acabámos por descobrir o local onde as iam buscar, All' Antico Vinaio, e valeu bem a pena. Ganharam inclusive um prémio de street food ;)


Na ponte de Santa Trinita, uma das imagens que vou guardar na memória!


Para a última noite, descobrimos um sítio incrível para jantar, o La Ménagère. Um restaurante de autor, que tem também um bistro, bar de cocktails e é simultaneamente uma loja de decoração. Conseguimos mesa no restaurante e adorámos tanto o conceito como a comida. Um facto curioso é que apesar do ambiente intimista deste espaço a mesa corrida é partilhada. No entanto, e naquele momento, estávamos só os dois a desfrutar de um jantar romântico.





No último dia, fomos visitar a zona circundante do hotel e a Officina Profumo Farmaceutica Santa Maria Novella, uma antiga farmácia convertida em perfumaria que vale muito a pena visitar. O edifício é lindíssimo e os aromas exclusivos são uma perdição.


Para terminar esta viagem na perfeição, subimos ao Miradouro de "San Miniato del Monte", do qual já tinha partilhado imagens aqui



Descemos depois até ao Miradouro "Piazzale Michelangelo" e foi com esta belíssima imagem de Florença que nos despedimos da cidade.



Arrivederci Firenze!


2 comentários:

  1. Uma viagem inesquecível antes da loucura começar!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Verdade, nunca imaginei que a seguir a esta viagem tão especial o mundo ia virar do avesso.

      Eliminar