Sobre Mim Entrevistas Artigos Produções Lifestyle

22 de fevereiro de 2016

Fátima Lopes | Na Primeira Pessoa


Fátima Lopes é provavelmente a estilista com maior visibilidade além fronteiras. Uma mulher com uma garra e determinação fora do comum e que para mim é também uma amiga.

Conheci a Fátima ainda nos meus tempos de estudante universitária e de certa forma iniciei a minha carreira a trabalhar com ela, tendo ajudado na organização do primeiro desfile no Convento do Beato e posteriormente na apresentação da colecção em Paris no Carrossel de La Mode.

Foi no seu novo espaço que realizámos esta entrevista e recordámos alguns dos momentos que vivemos juntas e que guardo com carinho.


Fátima a abertura deste novo espaço da Faces marca o início de uma nova era? Qual foi a estratégia para a escolha deste local depois de tantos anos no Bairro Alto?

A mudança deveu-se a uma estratégia de posicionamento para a zona onde a moda de luxo se concentra actualmente na cidade de Lisboa. O Bairro Alto foi muito simpático durante 17 anos mas hoje em dia não faz sentido para a moda.

O espaço concentra o atelier e o showroom Fátima Lopes bem como a agência de modelos Face Models.


A apresentação da colecção de Inverno em Paris aproxima-se…Quais as principais inspirações e o que podemos esperar?

A colecção de Outono/Inverno 2016/17 será apresentada no dia 04 de Março em Paris, uma colecção muito sofisticada e chique, ainda é cedo para levantar o véu, está no segredo dos deuses...


Fátima já criaste bonecas Barbie para a Mattel. Neste momento a marca apresentou 6 novas bonecas que fogem ao ideal de beleza instituído. Acha que faz sentido ou é o fim de um sonho?

Eu já criei 3 barbies oficiais Fátima Lopes para a Mattel internacional : uma alta costura, uma réplica do meu bikini de diamantes para Alta Joalharia e a última para o aniversário dos 50 anos da boneca.

Acho muito sensato que se diversifique a Barbie, faz todo o sentido criar bonecas com corpos diferentes, mais próximas da realidade, de forma a valorizar todos os tipos de beleza feminina.



Para além da criação de roupa, sapatos e joias tens uma agência de modelos, a Face Models e já tiveste um restaurante. O que é que ainda ambicionas fazer?

A moda é a minha paixão, tenciono continuar com a internacionalização da marca Fátima Lopes e continuar a apostar na Face models que já conta com 17 anos, agora com mais áreas de actuação.


Tens algum criador de eleição? E uma musa inspiradora?

Não tenho criadores de eleição, apesar de gostar muito de muitos criadores. Quanto a musas, sempre desenhei para mim, é assim que eu sei e gosto de trabalhar. 


Estás em óptima forma física, que cuidados tens com o corpo e rosto?

A forma física tem sempre a ver com os cuidados que temos. No meu caso, tenho muita atenção à alimentação e faço exercício físico sempre que posso. Quanto ao rosto, toda a vida evitei a exposição ao sol e uso cremes muito bons.


Quais são os teus principais hobbies?

Adoro viajar, desenhar, assistir a espectáculos, dançar, sair com amigos, gosto de me divertir...



O que é que mudou na moda nacional desde que apresentaste a tua primeira colecção em 1992?

Desde 1992 mudou tudo, o país abriu-se ao mundo, a globalização é uma realidade, vivemos a era da informação e a moda passou a fazer parte do quotidiano de toda a gente.


Um dos momentos mais emblemáticos da tua carreira foi o dia em que desfilaste num biquíni em ouro e diamantes, qual foi a sensação?

Foi o momento mais carismático da minha carreira, o primeiro biquini em ouro e diamantes da história da moda e o mais caro avaliado em um milhão de dólares, com direito a entrada no Guiness book. Foi notícia mundial e trouxe uma visibilidade muito importantes para a marca Fátima Lopes. A sensação foi a melhor possível, como disse na altura, senti-me a rainha do mundo durante alguns minutos.



Já estivemos juntas em Paris e é um daqueles lugares que apetece sempre voltar. Qual o teu roteiro de eleição na capital da moda?

Eu já fui a Paris centenas de vezes, não tenho um roteiro, Paris já faz parte da minha vida, mas gosto sempre de voltar e é uma cidade que me faz bem.



Como te defines como Mulher?

Sou uma mulher feminina e forte em simultâneo, determinada, lutadora, criativa e o resto prefiro que sejam as outras pessoas a me qualificar...




Look

Dress Zara | Shoes Fátima Lopes

Hair Tita Martins for Anton Beill Hairdressing

Make-Up Carolina Carito for Benefit Boutique




Créditos Fotográficos Paula Bollinger

1 comentário:

  1. Mais uma excelente entrevista num regresso ao passado sem esquecer o Presente!

    ResponderEliminar