Sobre Mim Entrevistas Artigos Produções Lifestyle

18 de novembro de 2012

A Casinha das Manas | Na primeira pessoa


Conheci as Manas na sua página do Facebook há cerca de 2 anos. Lembro-me que na altura apaixonei-me por um bolo muito glamoroso e embora ainda faltassem vários meses para o meu aniversário a escolha já estava feita! Por circunstâncias da vida esse não foi um aniversário feliz e decidi celebrá-lo só com os amigos mais chegados e sem bolo.

As manas mal souberam ofereceram-se para me fazer um bolo mais pequeno pois queriam que pelo menos tivesse esse birthday wish concretizado. O carinho que me transmitiram, a par da criatividade impar, tornaram-me numa fã do seu trabalho. E foi sempre assim que vi as Manas, duas sonhadoras que por acreditarem nos seus objectivos, nunca perderam a determinação perante as adversidades da vida, realizando tudo com imenso carinho e preocupação genuína pelos clientes. Este ano concretizaram o grande sonho de abrir a sua própria Casinha: A Casinha das Manas.


Manas, quando nasceu a vossa paixão pela cozinha?

O nosso percurso começou ainda eramos novinhas… desde cedo gostámos sempre de brincar na cozinha com os restos que iam ficando na banca ou na mesa dos bolos que a nossa mãe e avó faziam! A nossa família sempre adorou um bom convívio à mesa… consideramo-nos quase uma família de “Sicilianos” porque festejamos por tudo e por nada! Crescemos com os cheiros da comida impregnados na nossa roupa… os nossos primeiros bolos foram feitos por volta dos 7 anos… o orgulho que foi mostrarmos as nossas relíquias… o primeiro bolo da mana mais velha foi “Colchão de Noiva” com Chantilly… a mana mais nova fez “Bolo de Iogurte” simples para a família tomar com café.

 
Como foi o vosso percurso até chegarem à Casinha das Manas?


Com o passar do tempo enveredámos cada uma por uma área diferente… a mana mais velha foi trabalhar para uma empresa de Publicidade e a mana mais nova num Gabinete de Design… começámos a trabalhar mas o bichinho estava sempre presente… faltava-nos alguma coisa! Faltava-nos os momentos passados na cozinha a fazer coisas boas, cheias de amor e carinho para os amigos… a ideia da Casinha começou a surgir ainda estávamos a trabalhar… a mana mais velha em Lisboa e a mana mais nova no Porto.

O momento decisivo para mudarmos as nossas vidas foi quando a mana mais velha teve os gémeos e ficou em casa… aquele era o momento que tanto esperámos! Mandámos tudo às urtigas e lançámo-nos de cabeça… lançámo-nos de corpo e alma… neste nosso sonho!


Foi no início deste ano que pensámos ser o momento perfeito para arriscarmos e abrirmos a Casinha. Muitas pessoas disseram que era precipitado e muito arriscado mas pensámos que mais vale olharmos para trás e vermos que tentámos do que arrepender-nos de nunca o termos feito! Por isso começámos à procura da nossa “ Casinha”! Ela surgiu-nos numa segunda-feira de manhã… tinha sido colocada online na noite anterior e soubemos de imediato que ela tinha estado sempre à nossa espera! As obras iniciaram-se em Abril e duraram 4 meses porque resolvemos ser nós e a nossa irmã de coração Mafalda Cardoso a fazermos tudo… queríamos que cada pedacinho tivesse o nosso dedo… quisemos que cada objecto, cada pormenor fosse feito com tanto amor como fazemos os nosso bolos.

E no dia 12 de Agosto de 2012 nasceu a “Casinha”… um espaço para nós mágico… com um encantamento que nos delicia… todos os dias ao entrarmos nela sentimo-nos abençoadas! E pensamos que isso nota-se porque as pessoas adoram estar connosco… dizem que se sentem em “casa”… como se estivéssemos em família… e isso enche-nos o coração de felicidade!


Quais são as áreas de formação de cada uma e o que vos une para criar um projecto comum?

Um das manas sempre gostou de Artes e a outra de Literatura por isso dizemos sempre que a Casinha das Manas nasceu da soma de vários interesses resultando num conceito familiar mas ao mesmo tempo inovador: Arte + Literatura + Bolos = Amor Em Cada Pedaço Que Se Come.


Qual a importância das redes sociais no vosso crescimento?

Inicialmente estudámos uma estratégia de marketing que fizesse com que pudéssemos chegar a um maior número de pessoas possível… imprimimos folhetos, cartões, fizemos site, etc… mas tudo aquilo parecia pouco! Queríamos chegar às pessoas de uma forma mais interactiva… queríamos conhecer as pessoas e dar-nos a conhecer de uma forma mais intima e familiar porque o nosso sonho sempre se baseou nas tradições familiares… costumamos dizer que somos meninas todas modernaças mas acabamos por também ser da velha guarda em relação a algumas coisas!

O Facebook tornou-se a nossa ferramenta predilecta! Adoramos “conviver” com as pessoas… adoramos toda a partilha… não podíamos ter ficado mais contentes quando ao fim de 3 meses chegámos aos 5000 amigos!

Durante os 2 anos seguintes foram muitas as batalhas e muitas as frustrações mas todo esse percurso nos deu mais força para continuar… e por incrível que pareça foram as pessoas que conhecemos no Facebook que nos deram diariamente a maior motivação!


Em que se inspiram para criar as vossas receitas deliciosas?

Inspiramo-nos em tudo e mais alguma coisa… em recordações de infância… em cheiros… em livros… em filmes… em programas de culinária… em conversas… por vezes estamos em amena cavaqueira e ficamos com um ar que as nossas amigas chamam de “alucinado”… de repente faz-se PLIM e temos que ir a correr para a cozinha!


Para além de realizarem almoços e festas particulares organizam Workshops. O que podem esperar os vossos fãs destas sessões?

Um ambiente super descontraído onde se fala de tudo e mais alguma coisa… onde se criam laços de amizade…onde se aprende as técnicas do cake design desmistificando algumas ideias de bicho-papão! Normalmente quem participa entra com a ideia que não consegue fazer praticamente nada e, no final, saem com uma obra de arte que as enche de orgulho! E que nos enche a nós também!

Decidiram abrir o vosso próprio negócio apesar da conjuntura que nos rodeia. Que conselhos dariam a quem pensa fazer o mesmo?

Que tenham uma enorme paixão por aquilo que querem abrir… que sintam no corpo… na alma!... Que acreditem sempre nos sonhos e que nunca desesperem pois vão ser muitos os momentos de frustração. O principal é acreditarem, lutarem e nunca desistirem.




Para quem ainda não sabe, vocês organizam festas temáticas, como foi o caso do meu Brunch de aniversário. É mais fácil partir de uma ideia dada pelo cliente ou preferem criar toda uma temática de raiz?

Para qualquer artista a ideia de podermos ter uma tela em branco seduz-nos particularmente mas a verdade é que também adoramos trabalhar em conjunto… gostamos imenso da interacção que nos aproxima das pessoas. E a verdade é que os resultados têm sido sempre fantásticos!


Qual o tipo de festa que ainda não realizaram e gostariam de fazer?

Ainda não realizámos um casamento daqueles pequeninos e super íntimos… daqueles onde se sente o amor em cada pormenor… onde se sente o amor dos noivos mas também de cada pessoa presente… sim! Era mesmo uma festinha que adorávamos fazer!


Para que novos espaços / locais gostariam de expandir a “Casinha das Manas”? Já pensaram na ideia do franchising?

Neste momento estamos concentradas na nossa Casinha… é algo que nos enche a alma… sonhámos tanto tempo com ela que agora apenas queremos desfrutar este momento que vivemos! Claro que não podemos dizer que nunca nos iremos expandir… estamos constantemente a receber mensagens de pessoas que moram noutro ponto do país e que pedem para abrirmos ao pé delas… vamos deixar fluir… de certeza que tudo acontecerá no momento certo.

Seguem algum programa de culinária? Têm algum ídolo nesta área?

Seguimos alguns… somos apaixonadas pelo Jamie Oliver… sim!! Verdadeira paixão!!!! E também adoramos a Nigella! Pensamos que é por nos identificarmos tanto com a paixão que nutrem pela comida. Sente-se em tudo o que fazem imenso amor e prazer… algo que nos seduz de imediato.



Outros interesses em comum ou hobbies distintos que gostassem de partilhar com o Breakfast@tiffany's?

Adoramos ler… desde pequenas que os nossos pais nos incutiram esse gosto! Cinema é outra paixão apesar de agora não termos muito tempo para ir a estreias! Viajar e conhecer novas culturas… novos sabores...

A mana mais nova anda viciada na Biodanza e agora também na Bioenergética!! E a mana mais velha adora caminhar à beira-mar.


Sei que também gostam de moda e ainda há pouco tempo fizeram uma produção giríssima com uma marca. Consideram que a arte da cozinha e a moda estão interligadas?

Achamos que todas as artes se complementam… adoramos moda… na realidade crescemos com ela porque os nossos pais tiveram lojas de pronto-a-vestir e nós acompanhávamo-los sempre que iam ver colecções… adorávamos o frenesim nos bastidores das passagens de modelos. Como eramos pequenitas deixavam-nos sempre andar por lá!!!!!! Já na altura engraçávamos imenso com o Ricardo Carriço quando passava modelos na Traffic:)


Quais os cheiros e sabores que vos recordam a vossa infância?

Os cheiros: canela… limão… chocolate… café…

Os sabores: arroz doce… bolo de canela com nozes… perú assado da mãe… tarte de amêndoa da avó… “velhozes” no Natal… leite com café de cevada…


Já que nos estamos a aproximar de épocas festivas, que cheiros/aromas vos transportam ou recordam de imediato o Natal?

O cheiro do bacalhau com todos na Consoada é algo que nos faz salivar… as “velhozes” e rabanadas ainda quentinhas… o perú recheado no almoço de Natal… o ponche… toda a casa cheira a canela e especiarias.. é uma delícia!

Têm alguns presentes "doces" que os vossos clientes possam encomendar em épocas especiais?

Neste momento lançámos umas latinhas super queridas com bolachinhas amanteigadas de Natal… achamo-las um amor!! Temos doces e marmeladas caseiras com um twist diferente J Os 5 Senses que são uns chocolates meio salgados que nos levam à perdição!!!! E Pão de Rala embrulhado em tecido.


Numa altura em que os piqueniques estão tão na moda, podemos pensar em fazer piqueniques na Casinha na próxima Primavera?

Achamos a ideia dos piqueniques super romântica!! Estamos seriamente a considerar fazer alguns quando o sol começar a ficar mais quentinho!


Têm ou gostariam de criar uma linha de Merchandising da "Casinha das Manas"?

Neste momento não estamos ainda a considerar essa situação… primeiro queremos criar raízes sólidas para depois podermos crescer com ramos fortes!

Qual o maior elogio que já receberam às vossas criações?


Já recebemos muitos elogios… na verdade temos de ser sinceras sentimo-nos verdadeiramente felizes e gratas por as pessoas nos tratarem da forma como nos tratam!! Um dos elogios mais recentes foi que os nossos salgadinhos eram melhores que os do Chef Avillez e numa festa de crianças as mesmas disseram que os nossos hambúrgueres eram melhores que os do Mac ;) ehehehheh


Que personalidade nacional ou internacional gostariam que vos visitasse?

Gostávamos muito que a Mafalda Pinto Leite nos visitasse… sentimos uma enorme empatia por ela pois encontramos vários pontos comuns com aquilo que ela faz.

Agora se o Jamie Oliver viesse ter connosco MORRÍAMOS!!!!!!!!!!!!!!! Era um dos momentos da nossa vida!!! eheheeh


E que tal publicar um livro com as vossas receitas?

A ver vamos ;)

Qual o vosso maior sonho?

Neste momento estamos a viver o nosso SONHO!!!


Como se define cada uma das manas como mulher?

A Marta, mana mais velha, é uma mulher prática mas sonhadora … criativa… lutadora… mulher… mãe…

A Andreia, mana mais nova, é neste momento uma mulher apaixonada pela vida… uma mulher que se sente merecedora… que sente prazer em tudo o que faz… divertida…

E mais não dizemos para não revelarmos tudo ;)


Créditos fotográficos Nuno Figueiredo Boudoir
 

Sem comentários:

Publicar um comentário