Sobre Mim Entrevistas Artigos Produções Lifestyle

17 de fevereiro de 2012

Margarida Carvalho | Na primeira pessoa


Margarida Carvalho está ligada à Fotografia desde muito nova, tal como a própria afirma: “o meu pai sempre andou de máquina fotográfica com ele e eu, curiosa que sou, sempre lha pedi emprestada. Adorava o barulhinho do clique e da magia do momento em que ele chegava a casa com as revelações” E é esta magia que até hoje Margarida Carvalho, ou "Marguerite Petite" como é conhecida no seu blog, consegue transmitir através das imagens que capta.


Ao chegar à faculdade decidiu enveredar pelo caminho do Design de Comunicação. Durante todo o percurso curricular direccionou-se sempre pelo ramo da fotografia, juntando ao CV mais-valias como Fotografia Clássica, Fotografia e Produção de Moda, bem como Marketing e Publicidade na Moda.

Mais recentemente surgiu outra paixão, a formação em maquilhagem e caracterização. “No fim do curso, descobri que gostava ainda mais da arte da maquilhagem do que pensava e tenho tido experiências maravilhosas nesse âmbito”.


“Quando me perguntam o que eu faço, normalmente respondo que sou fotógrafa, uma vez que ultimamente é onde sou mais procurada. Mas, no cartão-de-visita tenho lá escrito design e make-up, também. Sou extremamente feliz com o que faço. Faço o que mais gosto em doses regradas e tenho tido variados desafios nas três áreas, sendo que é uma forma de aprender e nunca me cansar de nada.”


Margarida em primeiro lugar gostaria de saber como surgiu o nome do teu blog “Marguerite Petite” e em que é que isso te define?

Foi um momento muito engraçado e instantâneo! Foi numa bela tarde de sol, entre colegas que alguém que sempre me chamou Margarete se enganou e me chamou Marguerite e eu rapidamente respondi Marguerite a Petite! E acabou por ser um encaixe perfeito, porque, além funcionar sonoramente, eu tenho pouco mais que metro e meio e sempre gostei de brincar com isso!


O teu blog é exactamente um Mundo mágico tal como falas quando descreves a magia de chegar a casa com as fotos reveladas. Não sentes saudades de teres essas fotos impressas ou o teu blog é exactamente o outro lado do espelho, que nos permite a todos nós estar por detrás de uma câmara?

O meu blog é o reflexo de como eu vejo as coisas e da forma como as componho na minha mente. Sou viciada em retratar pequenas narrativas que me vagueiam nas ideias. Mas sim, embora tenha imensas fotografias impressas pela casa, tenho algumas saudades dessa magia.


Tens um estilo muito próprio não só na forma de fotografar mas também na tua ligação com a moda. Como caracterizarias o teu estilo?

Eu não sei dar um nome ao meu estilo, mas posso dizer que é composto pelo que me inspira, seja um pedaço de papel que voe pela rua, seja o meu novo par de sapatos. Sou sensível a cores e a texturas, e gosto de coisas felizes, que evoquem algo que nos aqueça o coração. Não uso nada por acaso, cada peça no meu armário tem uma história e uma razão muito concreta para lá estar e para eu a usar. Tal como tudo que fotografo.


Se pudesses viver noutra época qual seria a época que escolherias?

Eu seria uma menina dos anos 50, sem dúvida! Consigo imaginar-me perfeitamente, a caminho do cinema de saia rodada, cateye bem puxado, rabo-de-cabelo bem alto, a suspirar pelos posters do James Dean afixados pela rua fora.


Creio que és também muito influenciada pela sétima arte, quais são os teus realizadores e filmes de eleição?

Não é preciso conhecer-me muito bem para saber que a Sofia Coppola é a minha realizadora de eleição. Eu devia estar nos meus 12 anos quando vi, por acaso, o Virgens Suicidas. Já naquela altura fiquei boquiaberta com a forma como ela abordou um assunto tão frio e cru, de uma forma tão delicada e etérea. E, desde aí nunca mais lhe perdi o rasto. Tenho toda a obra dela na prateleira das minhas coisas preferidas e revejo-os com alguma frequência.


A corrida para a grande noite dos Óscares aproxima-se a passos largos. Já viste os filmes nomeados? Quais são os teus eleitos?


Consegui ver o The Artist, muito recentemente e adorei. É um filme que comprova que um filme mudo não é coisa do passado. A banda sonora está deliciosa e todo o ambiente e fotografia estão de se tirar o chapéu!




Se pudesses escolher uma actriz para maquilhar nessa noite por quem optarias?

Todas as nomeadas a Melhor Atriz são artistas que eu acharia bastante interessante maquilhar, mas a Meryl Streep seria a minha eleita: tem um rosto e expressão maravilhosos.

Tu própria não abdicas do glamour mesmo no dia-a-dia, quem são os teus criadores de eleição?

Sou e serei sempre uma apaixonada pelas colecções de Lagerfeld e e tenho adorado todas as colecções da Miumiu e Marc Jacobs. A nível nacional, adoro a Katty Xiomara e Storytailors.


Preferes seguir as últimas tendências de Moda ou adquirir peças vintage e únicas?

Um pouco de ambas. Não sou de seguir fanaticamente as tendências. Gosto imenso de ver os desfiles todas as estações, analisar as tendências e adapta-las a mim, nunca o contrário. Mas nada troca as idas as lojas e lojinhas vintage da baixa portuense. Gosto imenso de descobrir pequenos tesouros e tentar imaginar as histórias que eles contariam, se pudessem.


Tens o privilégio de fazer exactamente aquilo que gostas, numa sociedade em que cada vez mais jovens se vem obrigados a abdicar das suas paixões em troca de um emprego que lhes permita sobreviver. Que conselhos lhes darias?
Receando soar a cliché, aquilo que posso aconselhar é nunca desistir e acreditar acima de tudo naquilo que se gosta e onde se sonha chegar. O mundo do trabalho tem um pouco de tudo, e temos que passar por alguns sacrifícios para podermos fazer aquilo que realmente gostamos. Nem todos os trabalhos são de sonho e temos que saber ouvir um 'não'. Cabe-nos acreditar que aquele será mais um degrau para atingir o nosso objectivo.



Todas nós temos um objecto de desejo. Existe alguma peça de roupa ou decoração que ambiciones ter um dia?

Se me dissessem para entrar no Harrods e escolher um e só um objecto sem qualquer limite de valor, seria uma Chanel 2.55, preta. Se fosse vintage, melhor ainda!


Quando te falei na hipótese de fotografarmos num carrossel disseste-me imediatamente que sim, que era um sonho que tinhas. Existe um lado de menina que te faz ver o mundo pelo lado do sonho?

Há, sem dúvida. Sou muito ligada à minha infância e aos sonhos de menina que ainda hoje se mantêm. Lembro-me de ver os clássicos da Disney vezes sem conta e de brincar às princesas e aos príncipes. E, de certa forma, há algumas produções fotográficas que me remetem a essas brincadeiras e sentimentos que são inerentes quando vejo os resultados finais.



Quais são os outros locais em que ainda não tiveste oportunidade de fotografar e gostarias de captar um dia?
Gostaria imenso de voltar a Versailles num dia de sol, com a minha analógica, alias, julgo que um dia não chegaria para fotografar tanto pormenor! Ou então uma tarde por Montmartre, de bicicleta e máquina ao peito.



Sei que também tens uma paixão por viajar, já realizaste aquela viagem de sonho?

Estive em Londres e quero lá voltar o mais depressa possível. Neste momento, era e foi a minha viagem de sonho. Mas tenho destinos como Nova Iorque, Amesterdão e Viena que estão na minha 'to visit list'.





7 comentários:

  1. Bem mais uma vez, uma entrevista super interessante. Parabéns pelo excelente trabalho =) Os macarons eram de deixar água na boca e o carousel magnífico....e tu estavas lindissima ;)
    Parabéns e obrigada pois não conhecia e passei a conhecer outro cantinho fantástico =)

    ResponderEliminar
  2. gostei muito da entrevista, super interessante! estou a seguir o blog ;) beijinhos xx

    ResponderEliminar
  3. adoreiiiii! :) as fotos estão maravilhosas!

    ResponderEliminar
  4. Esta menina para além de uma amiga que está no meu coração e no coração de toda a minha familia é uma excelente profissional em tudo o que faz!
    Tive a honra de a ter como fotografa do batizado do meu filho Matias e de o ter fotografado nos jardins de Belém, trabalhos lindos... (já para não falar do, lindo, convite que fez para o batizado)
    Obrigada doce Margarida por teres entrado nas nossas vidas!

    ResponderEliminar
  5. Adorei o Altis Avenida e acompanhar este belo dia que se saldou num resultado excelente!

    ResponderEliminar
  6. adoro o blogue em questão, mas adorei também a maneira como fizeste esta entrevista! parabéns :)****

    ResponderEliminar
  7. A Margarida é uma menina linda e um amor!
    Boa escolha Carmen! =)**
    Beijinho enorme

    ResponderEliminar