Sobre Mim Entrevistas Artigos Produções Lifestyle

19 de março de 2010

Óscares amaldiçoados


Será que vencer um Óscar é um presente amaldiçoado? Pelo menos é o que dizem certos rumores que circulam em Hollywood e vêem em Sandra Bullock a última comprovação. Dez dias após ter recebido o prémio de melhor actriz, Bullock deixou o marido Jesse James por uma alegada traição. Um dia antes, Kate Winslet, também vencedora do prémio em 2009, pelo filme "O Leitor",  divorciava-se do realizador Sam Mendes, com quem esteve casada durante sete anos.

Mais há mais casos que comprovam a alegada "maldição. Reese Witherspoon melhor actriz em 2006 com "Walk the Line" divorciou-se do marido Ryan Phillippe no mesmo ano. Hilary Swank, vencedora em 2005 pelo desempenho em "Million Dollar Baby", divorciou-se um ano mais tarde de Chad Lowe, após nove anos de casamento. Charlize Theron vencedora em 2003 com o filme "Monster" também se separou do namorado Stuart Townsend.

Halle Berry, premiada em 2002 com o filme "Monster's Ball", separou-se de Eric Benet, com quem estava casada há três anos, depois de rumores de traição. Julia Roberts vencedora do  Óscar de melhor actriz em 2001 com o filme "Erin Brockovich", viu o seu namoro com Benjamin Bratt chegar ao fim, três meses após a distinção.

"Shakespeare in Love" trouxe em 1999 o Óscar de melhor actriz para Gwyneth Paltrow e a separação de Ben Affleck dois meses depois. Helen Hunt foi a melhor actriz em 1998 com "As Good As It Gets". Poucos meses depois casou-se com Hank Azaria, de quem se separou passados seis meses. Será que são mesmo os Óscares que estão amaldiçoados, ou os homens que não conseguem conviver com mulheres de sucesso?


Sem comentários:

Publicar um comentário