Sobre Mim Entrevistas Artigos Produções Lifestyle

27 de novembro de 2012

Hoje o blog é de Vanessa da Silva Miranda



Hoje o blog é da Vanessa da Silva Miranda autora do blog  The Boho File Diaries


London Calling

A convite  da Carmen fiquei de falar um pouco da minha experiência por Londres.


Foram seis meses fantásticos, durante os quais realizei a minha pós-graduação em Jornalismo de Moda & Lifestyle, no London College of Fashion, onde tive a oportunidade de conhecer pessoas da área e não só, fantásticas e inspiradoras.


Londres é a minha cidade (que me desculpe Lisboa que também amo!). Especialmente toda a parte de East London, a zona mais jovem e artistíca, menos mainstream digamos, com as suas paredes cheias de street art (que adoro!), galerias de arte como a White Cube e a Whitechapel Gallery,  mundialmente famosas, mercados cheios de sabores, cores e cheiros apetecíveis como Brick Lane e Spitafields, a rua de Pitfield e a Hoxton Square, onde o pessoal se reúne à tarde nos bares e jardins, Dalston e os seus clubes divertidíssimos como o The Alibi ou o The Nest,  a zona de Camden cheia de lojas e a maravilhosa vista sobre o canal. Para mim, esta é a zona mais gira de Londres, onde podemos realmente perdermo-nos e descobrir outra cidade sem o típico touristic guide.


De todos os sítios que descobri, existe um que pouca gente conhece mas que vale a pena a visita: Regentes Canal. De Pitfield Street até Angel, são mais de quarenta minutos a pé sobre um canal fantástico: numa das margens cheio de cafés, bares, pessoas a passear os cães, a correr ou simplesmente a apreciar a paisagem e na outra, casas e complexos de cortar a respiração. Quando queria relaxar ou simplesmente esquecer dos problemas, ia até lá com uma amiga e sentavamo-nos na relva a apreciar o lado bom do verão inglês.


A experiência no London College of Fashion foi uma das mais enriquecedoras do meu percurso profissional. Mesmo que não possam fazer um mestrado ou pós-graduação, eles oferem uma série de short-courses que valem super a pena.  O meu professor era um ex-editor da revista I-D e trabalhava agora como freelancer para várias publicações por isso toda a “teoria” que nos passou, era baseada na sua experiência prática. Uma das boas experiências foi ter tido a oportunidade de visitar o estúdio da marca Antipodium, ver como eles desenvolvem as colecções e entrevistar o designer da mesma, Geoffrey J. Finch. O trabalho e o grau de exigência são de loucos mas para quem está nesta àrea por paixão, valeu a pena e a experiência, garanto-vos, é inesquecível.


Sem comentários:

Publicar um comentário