Sobre Mim Entrevistas Artigos Produções Lifestyle

6 de janeiro de 2011

Cosa Voglio di Più


"Que Mais Quero Eu" ("Cosa Voglio di Più") é um filme italiano sobre adultério e as implicações que este teve na vida dos envolvidos. 

O realizador, Sílvio Soldini, diz que é o seu primeiro filme inspirado numa história verídica, que a ideia lhe surgiu do caso de uma amiga, empregada de escritório, o que o remeteu para um contexto familiar, social e cultural muito específico. 

A protagonista do filme, Anna (Alba Rohrwacher), vive nos arredores de Milão com o seu companheiro. Trabalha numa agência de seguros e diz-se realizada com o que faz. Parece ter cumprido tudo o que esperavam de si e ter uma vida satisfatória. 

O nascimento da sobrinha faz crescer as expectativas de ela própria vir a ser mãe, uma perspectiva que faz crescer em si o sentimento de ter uma existência demasiado rotineira, desprovida de paixão.

A sensação de insatisfação leva-a a insinuar-se perante Domenico (Pierfrancisco Favino), um atraente fornecedor de escritório que lhe surge à porta, surpreendendo-se a si própria com a sua capacidade de iniciativa. 

Trocam números de telemóvel, sms, marcam um encontro e, após algumas hesitações de ambos (Domenico diz-lhe logo ter família e filhos), acabam a ter sexo num motel. 

A luxúria e adrenalina da relação "ilícita" depressa começa a ser acompanhada pela frustração de todas as limitações que a situação acarreta, deixando-os profundamente divididos, com esse "algo mais" que ambos procuravam naquele envolvimento a revelar-se incompatível com o resto das suas vidas. 

"Quando o cinema se debruça sobre este tema fá-lo frequentemente ocultando tudo o que existe no seu redor. Os personagens são, no fundo, livres no sentido em que não encontram quaisquer dificuldades. Centram-se assim apenas na sua história de amor e no seu adultério. Com os meus argumentistas, quis mostrar, pelo contrário, personagens reais", referiu o realizador Sílvio Soldini.

Sem comentários:

Publicar um comentário